Arquivos do Blogue

Poeta a poeta

Mário Cesariny – “Ode doméstica”

Sidónio Muralha – “Soneto imperfeito.”

Manuel da Fonseca – “Romance do terceiro…”

Adelino Torres – “Dúvida”

José Saramago – “Não me peçam razões”

Fernanda de Castro – “Alma serena”

Armindo Rodrigues – “Nenhum prémio, por maior”

José Gomes Ferreira – “Uma certa maneira de cantar”

António Aleixo – “Três quadras”

Manuel Bandeira – “Irene no céu.”

Eugénio de Andrade – “Os olhos rasos de água”

Renato Costa – “Mel…”

Otília Martel – “Natureza”

Lou Alma – “Vem”

Paulo Eduardo Campos – “Caminhamos…”

Eugénio de Andrade – “Criança…”

Carlos Conde – “Conceito”

António MR Martins – “Paradigmas de uma folha de papel em branco”

Margarida Piloto Garcia – “Encontro”

Herberto Hélder – “Sobre um poema” (Terceira versão)

Manuel Bandeira – “Poética”

Bertolt Brecht – “Canção da Inocência Perdida”

Alexandre O’Neill – “O ar do lisboeta”

Teresa Gonçalves – “Montanha da Noite.”

Alexandre O’Neill – “A Perna no Eucalipto”

Manuela Barroso – “Ante o silêncio”

Maria da Graça Varella Cid – “Insisto…”

Leonard Cohen – “Velho demais”

Natália Correia – “O deputado Morgado”

João Penha – “A Carne”

Poetas