Category Archives: Manuel da Fonseca

Manuel Lopes Fonseca, (Santiago do Cacém, 15 de Outubro de 1911 — Lisboa, 11 de Março de 1993) foi um escritor (poeta, contista, romancista e cronista) português.

Manuel da Fonseca – “Amigo”

Amigo,  tu que choras uma angústia qualquer  e falas de coisas mansas como o luar  e paradas  como as águas de um lago adormecido,  acorda!  Deixa de vez  as margens do regato solitário  onde te miras  como se fosses a … Continue reading

Posted in Manuel da Fonseca | Tagged , , , , | Comments Off

Manuel da Fonseca – “Segunda”

Quando foi que demorei os olhos sobre os seios nascendo debaixo das blusas, das raparigas que vinham, à tarde, brincar comigo?… … Como nasci poeta, devia ter sido muito antes que as mães se apercebessem disso e fizessem mais largas … Continue reading

Posted in Manuel da Fonseca | Tagged , , , , , , | Comments Off

Manuel da Fonseca – “Mataram a tuna”

Nos domingos antigos do bibe e pião saía a Tuna do Zé Jacinto tangendo violas e bandolins tocando a marcha Almadanim. Abriam janelas meninas sorrindo parava o comércio pelas portas e os campaniços de vir à vila tolhendo os passos … Continue reading

Posted in Manuel da Fonseca | Tagged , | Comments Off

Manuel da Fonseca – “Poema de Domingo”

Quando chega o domingo, faço tenção de todas as coisas mais belas que um homem pode fazer na vida. Há quem vá para o pé das águas deitar-se na areia e não pensar… E há os que vão para o … Continue reading

Posted in Manuel da Fonseca | Tagged , | Comments Off

Manuel da Fonseca – “Estradas”

Não era noite nem dia. Eram campos, campos, campos abertos num sonho quieto. Eram cabeços redondos de estevas adormecidas. E barrancos entre encostas cheias de azul e silêncio. Silêncio que se derrama pela terra escalavrada e chega no horizonte suando … Continue reading

Posted in Manuel da Fonseca | Tagged , | Comments Off