Arquivos do Blogue

Fez os estudos liceais em Braga e estudou Direito na Universidade de Coimbra, concluindo o curso em 1883.
Em 1886 ingressou na carreira diplomática. Como poeta, António Feijó é habitualmente ligado ao Parnasianismo.

António Feijó – “Timidez de amor”

António Feijó – “O Amor e o Tempo”

António Feijó – “Herder”

António Feijó – “Eu e tu”

António Feijó – “Pálida e loira”

Poetas