Category Archives: Vinícius de Moraes

Vinicius de Moraes (Rio de Janeiro, 19 de outubro de 1913 — Rio de Janeiro, 9 de julho de 1980) foi um diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta e compositor brasileiro. Poeta essencialmente lírico, também conhecido como “poetinha”, apelido que lhe teria atribuído Tom Jobim. Conhecido como um boêmio inveterado, a sua obra é vasta, passando pela literatura, teatro, cinema e música.

Vinícius de Moraes – “Dia da Criação”

I Hoje é sábado, amanhã é domingo A vida vem em ondas, como o mar Os bondes andam em cima dos trilhos E Nosso Senhor Jesus Cristo morreu na Cruz para nos salvar. Hoje é sábado, amanhã é domingo Não … Continue reading

Posted in Vinícius de Moraes | Tagged , , , , | Comments Off

Vinícius de Moraes – “Menina como uma flor”

Porque és uma menina como uma flor e tens uma voz que não sai do ouvido, eu prometo-te amor eterno, salvo se murchares, o que, aliás, não vais nunca porque acordas tarde, tens um ar acanhado e gostas de brigadeiros: … Continue reading

Posted in Vinícius de Moraes | Tagged , , , , , | Comments Off

Vinícius de Moraes – “Mar”

Na melancolia de teus olhos Eu sinto a noite se inclinar E ouço as cantigas antigas Do mar. Nos frios espaços de teus braços Eu me perco em carícias de água E durmo escutando em vão O silêncio. E anseio … Continue reading

Posted in Vinícius de Moraes | Tagged , | Comments Off

Vinícius de Moraes – “Operário em construção”

E o Diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo. E disse-lhe o Diabo:
- Dar-te-ei todo este poder e a sua glória, porque a mim me foi entregue e dou-o a quem … Continue reading

Posted in Vinícius de Moraes | Tagged , | Comments Off