Category Archives: Vera Sousa Silva

Nasceu em Lisboa em Janeiro de 1974 e reside na Amadora. Escreve com assiduidade no seu blogue.

Vera Sousa Silva – “Memórias de ti.”

No silêncio dos teus lábios ecoa o meu medo e sombras perseguem-me gritando-me do teu desdém. Rios descem dos meus olhos naufragando em vestes de versos quentes que te sussurrei num leito d’ âmbar. Sufoca-me o tempo, medida da saudade … Continue reading

Posted in Vera Sousa Silva | Tagged , , , , | Comments Off

Vera Sousa Silva – “Confissões de uma vítima de violência doméstica”

Sou um corpo que deambula ao acaso, que 
 vive com medo todo o dia. Amostra de ser 
mal amado sem conhecer felicidade e 
alegria. Uma mulher constantemente criticada que 
 chora apenas escondida consciente que 
não vale nada e … Continue reading

Posted in Vera Sousa Silva | Tagged , , , , | Comments Off

Vera Sousa Silva – “Saltos Altos”

Ela chegou de vermelho. 
Vermelho nos lábios, vermelho na seda do vestido. Ele beijou-a e suavemente acariciou o corpo macio. Despiu-a e era vermelho o tom interior daquela lingerie rendada. Os sapatos, de saltos altos, vermelhos, fizeram parte do momento … Continue reading

Posted in Vera Sousa Silva | Comments Off

Vera Silva – “Voluptuosidade”

Invades-me a alma Num beijo molhado Que me aquece o corpo E me leva à entrega absoluta. Já não sei quem sou Perco-me nas partículas Que te cobrem, envolvem, E abarco-te com volúpia No íntimo de mim. Já não sei … Continue reading

Posted in Vera Sousa Silva | Tagged , | Comments Off

Vera Silva – “Sou tua”

O meu corpo Tem toque de veludo Na entrega carnal Dos afectos E desejos incontidos Que não escondo Atrás de máscaras De menina decente. Sou mulher, Inteira, completa, E quero-te Ávido de mim, Sedento dos meus seios E ansioso Pelo … Continue reading

Posted in Vera Sousa Silva | Tagged , | Comments Off

Vera Silva – “Sintonia”

Caem as letras, uma a uma… Cai a nossa roupa, espalha-se pelo chão, Rebolam os versos nos nossos corpos Em alegre sintonia. Sinto-te na minha carne, quente… Entras devagar, dentro de mim E sacias-me a fome e o querer. Transpiras-me, … Continue reading

Posted in Vera Sousa Silva | Tagged , | Comments Off

Vera Silva – “Saberás o que queres?”

Não temas amar-me Nem receies os calafrios que te provoco. São meros sentimentos E o egoísmo fica-te mal… Sou mulher, sou inteira E amo-te assim, De uma forma que jamais entenderás. Não tentes entrar no azul dos meus olhos Porque … Continue reading

Posted in Vera Sousa Silva | Tagged , | Comments Off

Vera Silva – “Amante sensual”

Abre a boca E devora-me a língua Em gestos soltos e precisos Como se não te chegasse o tempo Para me amares com loucura. Enrosca-te nas minhas coxas E prova o meu néctar de mulher. Deixa-me gritar E leva-me ao … Continue reading

Posted in Vera Sousa Silva | Tagged , | Comments Off