Category Archives: Fernando Pinto do Amaral

Fernando José Branco Pinto do Amaral (Lisboa, 12 de Maio de 1960) é um professor de Literatura e poeta português. Frequentou a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, mas desistiu do curso em prol das letras. Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas e doutorado em Literatura Românica, lecciona desde 1987 no Departamento de Literaturas Românicas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Fernando Pinto do Amaral – “Praia”

Feliz, quem sabe, o vento. Sem memória, beijando-me nos lábios, ele abraça o meu destino às cegas na paisagem. É sempre nesse instante que regresso à poalha do céu onde começa talvez a maldição, talvez o encanto de invocar-te em … Continue reading

Posted in Fernando Pinto do Amaral | Tagged , | Comments Off

Fernando Pinto do Amaral – “Palavras”

Às vezes é tão bom ver nascer uma estrela ao fim da tarde, à hora em que declina a alegria dos pássaros, este verde sem alma nem corpo talvez ainda à flor de uma canção. De rumor em rumor absorvo … Continue reading

Posted in Fernando Pinto do Amaral | Tagged , | Comments Off

Fernando Pinto do Amaral – “Prisão”

Aqui te sequestramos, meu amor: ergues os braços, viras a cabeça cada vez mais atenta – são dois olhos onde começa o mundo. Que ciência é a tua? Que magia transforma a luz de cada lâmpada no mais puro relâmpago? … Continue reading

Posted in Fernando Pinto do Amaral | Tagged , | Comments Off

Fernando Pinto do Amaral – “Segredo”

Esta noite morri muitas vezes, à espera de um sonho que viesse de repente e às escuras dançasse com a minha alma enquanto fosses tu a conduzir o seu ritmo assombrado nas trevas do corpo, toda a espiral das horas … Continue reading

Posted in Fernando Pinto do Amaral | Tagged , | Comments Off

Fernando Pinto do Amaral – “A única resposta”

Jantáramos os dois pela primeira vez: amizade ou amor, pouco interessava desde que alí estivesses. O meu mundo ia mudando à medida do teu, a cada gesto vão da vã conversa antes que fôssemos pIo Bairro Alto e enfim o … Continue reading

Posted in Fernando Pinto do Amaral | Tagged , | Comments Off

Fernando Pinto do Amaral – “Escotomas”

Não sei o que é um espírito. Ninguém conhece a fundo a luz do seu abismo enquanto o vento, à noite, vai abrindo as infinitas portas de uma casa vazia. A minha voz procura responder a outra voz, ao choro … Continue reading

Posted in Fernando Pinto do Amaral | Tagged , | Comments Off

Fernando Pinto do Amaral – “Arte poética”

Palavras, só palavras, nada mais que a vã matéria, o seu sentido eco de muitos ecos, repetido reflexo de poderes tão irreais como essas emoções graças às quais terei de vez em quando pretendido dizer um só segredo a um … Continue reading

Posted in Fernando Pinto do Amaral | Tagged , | Comments Off

Fernando Pinto do Amaral – “Eco”

É mais fácil partir quando o silêncio transpõe a tua voz. Mais simples celebrar a tão efémera certeza de estares vivo. A música do ar esvai-se nas sombras, tu sabes que é assim, que os dias correm céleres, não tentes … Continue reading

Posted in Fernando Pinto do Amaral | Tagged , | Comments Off