Nota biográfica >>

Luiza Neto Jorge (Lisboa, 1939 — Lisboa, 1989) foi uma tradutora e poetisa portuguesa.

Luiza Neto Jorge – “Perdida a face largada a pele”

16.01.2012

Perdida a face largada a pele
oco o osso curva a espinha
apela se à grande concentração

São as primeiras letras
um vagido um balbucio de amor
não esperar mais escrevê-lo já
telefoná-lo
(a quanto o impulso?)

Facebooktwittermailby feather
26902690