Nota biográfica

Licenciada em Físico Químicas, Mestre em Supervisão, professora do Ensino Secundário, aposentada.

Regina Gouveia – “Limites”

01.07.2013 | Produção e voz: Luís Gaspar

Ronrona o meu gato estirado no tapete.
Ao ritmo da respiração o dorso afunda-se e alteia.
O coração bate apressado,
duas vezes por segundo,
por isso a sua vida é breve.
Ronrona o meu gato estirado no tapete
indiferente a tudo o que o rodeia.
Ignora raios cósmicos, neutrinos, mesões e leptões,
que atravessam o seu corpo
em constante correria, noite e dia, noite e dia.
Não quer saber se o cosmos tem princípio ou fim
tão pouco o preocupam os seus mistérios
que o homem incessantemente tenta desvendar,
fazendo os limites do universo recuar.
O meu gato, tranquilamente a ronronar,
agita a cauda docemente.
Talvez sonhe com um pássaro a voar
batendo as asas ao de leve
ou talvez sonhe ultrapassar os muros do jardim,
fazendo recuar, assim, os limites do seu mundo.

(in “Entre Margens”- Edição Lua de Marfim)

facebooktwittermailby feather