Nota biográfica

António Augusto de Melo Lucena e Quadros nasceu em Viseu no dia 9 de Julho de 1933 e faleceu a 1 de Julho de 1994. Como poeta usava o pseudónimo de João Pedro Grabato Dias. António Quadros dominou a pintura e a poesia.

João Pedro Grabato Dias – “A mulherinha…”

22.03.2012 | Produção e voz: Luís Gaspar

A mulherinha estava a pedir pega-me

naquele olhar de corna mansa, e então

fiz das tripas menores um coração

embrulhei-o em luxúria e num béguin

impetuoso e urgente, qual salame

perverso a mugir trinca-me glutão

abalei a voar no avião

rotativo daquele olhar. Eu chame-me

cão gravata se não valeu a pena!

Ó licor da vingança, ó bruta cena!

Tinha, enfim, sob a espora, sob a mão

soba espúrio, soba ex-puro a esposa

grata do chefe, e sob a esposa a musa

ingrata dum tinteiro da nação.