Nota biográfica

Álvaro Neto, pseudónimo de Liberto Cruz que nasceu em Sintra, em 1935. É uma figura de prestígio da cultura portuguesa, no plano nacional e internacional. Poeta e ensaísta, crítico literário, tradutor, conferencista, licenciado em Filologia Românica pela Faculdade de Letras de Lisboa.

Álvaro Neto – “Uma só vida não chega”

23.03.2012 | Produção e voz: Luís Gaspar

uma só vida não chega

nem outra nem outra ainda

para dizer que te amo

meu amor meu só amor.
 
E quando a morte vier

inevitável e certa

que seja eu o primeiro

a ficar no livro inscrito.
 
Que ali discreto seja

e feliz por ter amado

a mulher por que morri
 
vivendo. Nada mais quero.

Se de seu amor morri

morrendo volto a viver.
 

in «Sequências», 
Livros horizonte, Lisboa, 2000

facebooktwittermailby feather