Arquivos do Blogue

Alberto Caeiro da Silva (Lisboa, 16 de Abril de 1889 ou Agosto de 1887 – Junho de 1915) foi uma personagem ficcional (heterónimo) criada por Fernando Pessoa, sendo considerado o Mestre Ingénuo dos restantes heterónimos (Álvaro de Campos e Ricardo Reis) e do seu próprio autor, apesar da apenas ter tido instrução primária.

Alberto Caeiro – “O Guardador de Rebanhos/V”

Alberto Caeiro – “O piano”

Alberto Caeiro – “O guardador de rebanhos” (Sem música)

Alberto Caeiro – “Meto-me para dentro” (sem música)

Alberto Caeiro – “Da mais alta janela…”

Alberto Caeiro – “A espantosa…”

Alberto Caeiro – “Bolas de sabão”

Alberto Caeiro – “Menino Jesus”

Alberto Caeiro – “Quando vier a Primavera”

Alberto Caeiro – “Assim como falham as palavras”

Alberto Caeiro – “Guardador de rebanhos”

Alberto Caeiro – “É noite”

Poetas