070 – António Gedeão e Mário Cesariny

30.11.2006

A tentação de chamar a este programa o programa dos poetas mortos é uma tentação que cai por terra pela simples razão de que os poetas não morrem. E dizer isto não é usar uma figura de retórica: estou perfeitamente convencido, e sei que não estou só, que os poetas não morrem.
Vem este introdução a propósito de que nestes últimos dias assistimos à comemoração dos 100 anos do nascimento de António Gedeão e vimos partir Mário Cesariny. Sobre estes dois acontecimentos falarei no programa de hoje.

facebooktwittermailby feather
208208