Poesia 35 – António Botto

20.02.2009

António Botto e a sua poesia erótica de cunho homossexual preenche o “Poesia Erótica” número 35.
Se deseja ler os poemas enquanto os ouve, clique AQUI

facebooktwittermailby feather
725725