Poesia 34 – “Sim…sim!” E.M. de Melo e Castro

17.01.2009

Poemas eróticos, pornô, caralhamas, conemas, de engate, execráveis, maneiristas, neobarrocos, subprodutos, desaforismos, escatológicos ou do esgoto, seguidos dos mui inducativos textículos de R’manceu = zero, tudo para gáudio geral.
Palavras de E.M. de Melo e Castro no seu livro “Sim…Sim!”
Se deseja ler o texto do programa enquanto o ouve, clique AQUI.

facebooktwittermailby feather
672672