Joaquim Carvalho – “Outonos”

15.01.2012

Na bruma modelam-se formas
Que adivinho sem saber porquê.

Da superfície das telas tingidas, uma, outra,
E outra ainda com cores da terra,
soltam-se segredos
Apontados em formas e cores,
Indizíveis senão do modo como o faço.

Indícios de mim presentes…
Outonos de vida passada…

Ao reconhecer-me neles
Trago à memória uma grande tela branca
Que ainda não pintei…

facebooktwittermailby feather
26272627