Nota biográfica >>

E. M. de Melo e Castro, nome literário de Ernesto Manuel Geraldes de Melo e Castro (Covilhã, 1932) é engenheiro, escritor, poeta experimental, critico, ensaísta, artista plástico.

E. M. de Melo e Castro – “Pesquisa”

15.01.2012

da pouca pesca
a pedra surge
como sombra de vício
de encontrar
uma forma textura
que propõe
seduzindo
o sinal desvendar
a pesquisa é o início
a sedução do olhar
o sinal que se abre
para ler e contar
mas como aprendizagem
de encontrar e entender
a estrutura do verso
é de pedra
de pedra.

(in Corpos Radiantes, &etc, 1982)

facebooktwittermailby feather
24572457