Nota biográfica >>

Beatriz Barroso - Nasceu em Luanda, mas as suas raízes vêm do Porto. Frequentou o Curso de Filosofia (incompleto) da Faculdade de Letras e terminou o Curso de Estudos Europeus. Tem uma vasta produção de poesia.

Beatriz Barroso – “Silêncio”

14.01.2012

Diz-se o silêncio,
Não são precisas palavras,
Fala-nos por si e no meio de tanta gente,
Faz-nos sentir quanto é premente,
Vencer as barreiras que nos aporta o tempo…

Diz-se o silêncio,
Impõe-se, belisca-nos, agita-nos…
Porque nos  mexe na alma e nos morde o corpo
Ao trazer até nós  a premência, a urgência,
que nos impele ao outro…

Diz-se o silêncio,
Ele  é de ouro ou de prata,
Porque nos eleva,
Mesmo quando a saudade mata,
Sobe em nós a temperatura da consciência,
Ao  penarmos  pela  ausência,
Mas sabemos  que há uma memória  que cura
e uma  esperança que colmata…

facebooktwittermailby feather
23612361