Nota biográfica >>

Beatriz Barroso - Nasceu em Luanda, mas as suas raízes vêm do Porto. Frequentou o Curso de Filosofia (incompleto) da Faculdade de Letras e terminou o Curso de Estudos Europeus. Tem uma vasta produção de poesia.

Beatriz Barroso – “Invento-me”

14.01.2012

Invento-me neste desejo de te abraçar…

Invento-me hera, planta trepadeira,
agarro minhas gavinhas,
minhas expansões, com força,
em tuas estacas, para me poder à terra fixar…

Invento-me abelha, insecto,
Apenas para invadir a tua flor,
Que nasceu de meu desejo,
Para em teu mel, esse néctar,
a minha sede eu poder saciar ….

Invento-me leoa perdida de seu cio,
À procura de um trilho, um sinal, rasto teu,
Para que na floresta da vida,
Eu te possa encontrar…

Invento-me vento, Nortada, brisa, aragem,
Para de forma empolgada,
Agitar teu rio, ondular teu mar…

Invento-me, nestas todas metamorfoses
de ser eu própria, que trago silenciadas no meu espírito,
E ensaio-me assim, neste ser,
Nestas mil formas adoptadas,
Só porque te encontro ao inventar-me,
Mas porque te invento somente a ti!

facebooktwittermailby feather
23572357