Nota biográfica >>

Amália da Piedade Rodrigues (Lisboa, 1 de Julho de 1920[2] — Lisboa, 6 de Outubro de 1999) foi uma fadista, cantora e actriz portuguesa, considerada o exemplo máximo do fado, commumente aclamada como a voz de Portugal e uma das mais brilhantes cantoras do século XX. Está sepultada no Panteão Nacional, entre os portugueses ilustres.

Amália Rodrigues – “Estranha forma de vida”

08.01.2012

Foi por vontade de Deus
Que eu vivo nesta ansiedade
Que todos os ais são meus
Que é toda minha a saudade
Foi por vontade de Deus

Que estranha forma de vida
Tem este meu coração
Vive de vida perdida
Quem lhe daria o condão
Que estranha forma de vida

Coração independente
Coração que não comando Vives perdido entre a gente Teimosamente sangrando Coração independente

Eu não te acompanho mais Pára deixa de bater
Se não sabes onde vais Porque teimas em correr
Eu não te acompanho mais

facebooktwittermailby feather
17091709