Nota biográfica >>

José Carlos Pereira Ary dos Santos (Lisboa, 7 de Dezembro de 1937 — Lisboa, 18 de Janeiro de 1984) foi um publicitário, poeta e declamador português.

Ary dos Santos – “Insónia”

30.03.2012

As noites — escorpiões suicidados

Com o seu próprio veneno nas entranhas 

ressuscitam depois em madrugadas 

cada vez mais azuis e mais estranhas.

São insónias tecendo alucinadas 

uma teia de horas e de aranhas 

patas tácteis peludas eriçadas 

com o peso latente das montanhas.

E por dentro dos olhos um perfil 

de ferro e fogo deixa-nos queimados 

selados como a chuva e como o vento.

Será possível que depois de Abril 

ainda adormeçamos acordados 

neste país-raiz de sofrimento?

facebooktwittermailby feather
44974497