Alberto Caeiro – “…Primavera”

22.04.2010

Alberto Caeiro, um dos mais conhecidos heterónimos de Fernando Pessoa, apresenta-se como um simples “guardador de rebanhos”, que só se importa em ver de forma objectiva e natural a realidade, com a qual contacta a todo o momento. Daí o seu desejo de integração e de comunhão com a natureza.
“Nasceu em Lisboa, mas viveu quase toda a sua vida no campo. Não teve profissão, nem educação quase alguma, só instrução primária; morreram-lhe cedo o pai e a mãe, e deixou-se ficar em casa, vivendo de uns pequenos rendimentos. Vivia com uma tia velha, tia avó. Morreu tuberculoso.”
Um poema de Alberto Caeiro, “Quando chegar a Primavera”.
Se deseja ler o texto ou copia-lo, clique AQUI.

facebooktwittermailby feather
12131213