Nota biográfica >>

José Luís Peixoto (Galveias, Ponte de Sor, 4 de setembro de 1974, Portugal), é um narrador, poeta e dramaturgo português e um dos mais destacados escritores portugueses do início do século XXI. É licenciado em Línguas e Literaturas Modernas. Antes de se dedicar, profissionalmente, à escrita em 2000, foi professor em Cabo Verde e em várias cidades de Portugal.

José Luís Peixoto – “Explicação da Eternidade”

12.07.2012

devagar, o tempo transforma tudo em tempo.
o ódio transforma-se em tempo, o amor
transforma-se em tempo, a dor transforma-se
em tempo.

os assuntos que julgámos mais profundos,
mais impossíveis, mais permanentes e imutáveis,
transformam-se devagar em tempo.

por si só, o tempo não é nada.
a idade de nada é nada.
a eternidade não existe.
no entanto, a eternidade existe.

os instantes dos teus olhos parados sobre mim eram eternos.
os instantes do teu sorriso eram eternos.
os instantes do teu corpo de luz eram eternos.

foste eterna até ao fim.

José Luís Peixoto, in “A Casa, A Escuridão”

facebooktwittermailby feather
51425142