Nota biográfica >>

Amadeu Baptista (Porto, 6 de Maio de 1953) é um poeta português. Frequentou a Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Poemas seus foram traduzidos para Alemão, Castelhano, Catalão, Italiano, Inglês, Francês, Hebraico e Romeno.

Amadeu Baptista – “A noite cai”

10.10.2012

A noite cai e o poeta parte para a cidade.

O alforge vai cheio de sedimentações, beringelas,

leiras de feijão, e um potente holofote,

para iluminar o tempo.

Recém-chegado da província, cabe-lhe 

manusear o livro, o alfa, o ómega, ainda que 

abomine tanto tumulto, tantos carros que 

passam, tanto grito,

e se creia um centauro nas avenidas novas. Os

bairros, as áleas rectilíneas, ampliam a 

indiferença, havendo em tudo um poder

infernal de crateras sobre os muros, destroços

nas janelas, marchas forçadas,
 farpas.

(Do livro “Atlas das Circussntâncias” . Ed. “Lua de Marfim”)

facebooktwittermailby feather
53605360