Nota biográfica >>

Beatriz Barroso - Nasceu em Luanda, mas as suas raízes vêm do Porto. Frequentou o Curso de Filosofia (incompleto) da Faculdade de Letras e terminou o Curso de Estudos Europeus. Tem uma vasta produção de poesia.

Beatriz Barroso – “Se eu fosse…”

09.02.2014

Se eu fosse uma nuvem…
Branca e leve,
Iria com o vento,
Para junto da tua janela,
Para te convidar a um passeio,
Para te levar a um sítio belo,
Para veres o mar e sentires o seu cheiro,
Para veres os campos cobertos de verde,
E de flores lindas com muitas cores.
Se eu fosse uma nuvem…
Ensinar-te-ia a voar,
E a sentires a vida de outra forma,
Como aquelas aves migratórias,
Que buscam um lugar ao Sol para viver,
Que partem rumo à aventura e ao sonho,
Apenas para se sentirem felizes,
Para poderem sobreviver.
Se eu fosse uma nuvem…
Eu me regozijaria por te mostrar tanta coisa
bonita,
Que fico com muita pena,
Por não me poder transformar.
Por ter que penar por te ver,
Vestida de alma tantas e tantas vezes sofrida,
Sem daqui nada poder fazer,
A não ser dizer-te,
– Que sou tua amiga!

(Poema incluído no seu recente livro de poesia “Os Nós do Tempo e o Tempo de Nós”. Edição Chiado Editora)

facebooktwittermailby feather
61876187