Nota biográfica >>

Manuel Carneiro de Sousa Bandeira Filho (1886-1968) considera-se que faça parte da geração de 1922 da literatura moderna brasileira. "Vou-me Embora para Pasárgada" é um dos seus mais famosos poemas. Foi também professor de Literatura, crítico literário e crítico de arte. Os temas mais comuns de sua obra são: a paixão pela vida, a morte, o amor e o erotismo, a solidão, o cotidiano e a infância.

Manuel Bandeira – “Irene no céu.”

03.11.2014

ceu14

Irene preta
Irene boa
Irene sempre de bom humor.

Imagino Irene entrando no céu:
Licença, meu branco! E
São Pedro bonacheirão:
Entra, Irene. Você não precisa pedir licença.

facebooktwittermailby feather
65406540