Nota biográfica >>

Amadeu Baptista (Porto, 6 de Maio de 1953) é um poeta português. Frequentou a Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Poemas seus foram traduzidos para Alemão, Castelhano, Catalão, Italiano, Inglês, Francês, Hebraico e Romeno.

Amadeu Baptista – “Soneto exposto”

03.07.2012

(ou uma certa ideia de memória do país)

O desengonçado trânsito cavernícola.
A eterna crise com os dentes afiados.
Um país de paisagens marítimas e vinícolas,
em que uns são filhos e outros enteados.

O recorte da serra na distância.
Os pardais semoventes sobre as praças.
Alguns homens sombrios com a ânsia
de não serem roídos pelas traças.

O redil organizado como um caos.
Uns quantos menos bons e outros muito maus.
Uma planície, uma cidade, um chaparral.

E em volta disto o mar, sempre indiferente
do que queira ou não queira a sua gente.
E fica no soneto exposto Portugal.

facebooktwittermailby feather
50485048