Mário João Ramos e a suspenção do “Lugar aos Outros”

08.11.2009

Mário João Ramos escreveu:
Amigo Luís,
 claro que o mundo não acaba hoje e os Lugares estarão sempre à espera de vidas novas… novas palavras… novas poesias… novas vozes… novas luzes…
esse lugar foi iluminado pelo teu trabalho… pela tua dedicação…
estou certo que continuará a ser um céu repleto de estrelas brilhando a uma só voz…
a minha homenagem pelo que fazes e fizeste na divulgação desses lugares perdidos
escondidos, esquecidos… nas gavetas mais ou menos secretas… que se foram desinibindo…
e como “palavra puxa palavra”…assim se foi construindo essa mágica áudio-antologia de autores mais ou menos anónimos… 
assim nos fomos aproximando e fazendo amigos que apesar de geograficamente distantes, nos são tão internos…
sinto-te um Amigo que me habitará aceso na memória… enquanto a chama não me extinguir…
“somos matéria para combustão e sofrimento” (escrevi)…
enquanto não acabamos de arder, vamos também alimentando outras combustões… que, felizmente, reflectem a magia do riso; da felicidade; da amizade e do amor que incondicionalmente nos fecunda…
 aproveito para te deixar um momento em que… o poeta, às vezes, acontece…

***
 
 ser poeta… às vezes
quando acontece.
estar nessa latitude ocasional
e respirar do animal que somos
a alma que nos convém…
 
ser poeta… agora!…
enquanto a palavra sustém o verso…
no entretanto… o mito que demora
o universo acontecer…
 
ser poeta …
é coisa que não sei dizer ainda
ainda que… outra qualquer coisa possa ser
 
ser poeta… quando quiser …
às vezes, morrer de novo
nesse  lugar de paz e violência
 
ser poeta…   montanha
onde apura a  razão e a demência …  
ser poeta, enfim… consciência de mim
ou da coragem que nos conduz à morte
 
ser poeta numa qualquer noite
onde a sorte crie estrelas
ser poeta…
abraçado a elas… com ternura
 
ser poeta ou poesia
a mão que me segura
ser por toda a lonjura o grito…
da liberdade e do amor que tenho escrito
 
ser poeta é o que define a cor
dessa paisagem
ser poeta no regresso da viagem
 
ou na partida…
para toda a vida!
****
 obrigado pela tua presença neste Lugar de ausências
 Mário João, 07 de Novembro de 2009

Facebooktwittermailby feather
10651065