Lugar 90 – III Aniversário comentado por Otília Martel

03.07.2008

“É mais fácil encontrar um amigo do que conservá-lo”
(Nemcova Bozena)

Refere-se na Edição nº 559 de 30 de Junho de 2008, na Fofocas & Anedotas, uma das páginas da Truca, do Estúdio Raposa.

Confesso, que esta frase tem muito a ver com a minha maneira de pensar e, muito em especial, com a minha forma de existir tanto no mundo real, como no virtual.

É pois, sobre Amizade, que se fala também, no Lugar aos Outros nº. 90, outra das págs. daquele Estúdio.

António Melenas para além de ser um Poeta de rara sensibilidade, foi um bloguista que, com afabilidade e simplicidade, conquistou o respeito e a consideração de muitos de nós; recordá-lo, foi rever o Homem/Bloguista que nos soube encantar, com as suas palavras.

Através do blogue “Porosidade Etérea” da Inês Ramos, descobri a poesia de Luís Pinto e mais tarde, tive o privilégio de aceder a escrita sua, que talvez por timidez, não dá a conhecer.

Em 17 de Julho de 2007, o Poesia Portuguesa publicava a sua Paráfrase sobre a “Canção das Canções”, poema concorrente ao tema Poesia Erótica, do blogue da Inês Ramos e do qual apresento um excerto:

“Vamos para o festim da floresta
Que já entoa a chegada da Primavera.
E introduz-me uvas passas na minha boca que espera a tua.
Saboreia a minha saliva e ouve a minha voz que te segreda palavras de conforto
Porque esta noite procurei-te e não te encontrei. Desejo ser tua
Como na primeira vez quando nos encontrámos nos outeiros.
Quero conceber dum amor frenético, penetrante, quente, aromático.
Oh! meu amado amigo e esposo. Os ninhos já estão prontos.
Escolhamos o nosso.
E faz-me ouvir a tua voz desfalecida quando me abraças e me possuis.
Como são deliciosos os teus afagos, as tuas carícias,
Os beijos com que cobres o meu corpo inteiro. O aroma que vem de ti
Excede o de todos os aromas.
Desfaleço de amor. Os teus lábios são lírios, que destilam a mirra mais preciosa.
Bebe do nosso vinho perfumado, sacia a tua sede de desejo e toma-me.
Leva-me.
Desfaleço de amor mas não tenhamos pressa.
Quando regressarem os pastores
Estamos escondidos na ilha dos amores.”

É assim Luís Pinto. Com a mesma placidez que escreveu esta Paráfrase, escreve muito mais; aqui o cumprimento, pelos deliciosos textos que partilha, mesmo que anonimamente.

Falar do Estúdio Raposa é por conseguinte, falar de tudo o que lhe está subjacente. É falar de Luís Gaspar e do projecto que acarinha, ao qual dá voz e uma imensidão de partilhas que, sem qualquer tipo de contrapartidas, difunde de forma completamente altruísta e que nos meus blogues, abracei com igual entusiasmo.

Através do seu programa Lugar aos Outros, Luís Gaspar deu a conhecer uma infinidade de autores e a poesia que estava destinada a ser guardada na gaveta.

Em 28 de Setembro de 2006, a propósito do Lugar nº. 20 escrevia no Menina Marota:

São decorridos pouco mais de quatro meses que através do audioblog do Luís Gaspar, se iniciou o primeiro programa do Lugar aos Outros, um espaço especialmente criado e nas palavras do seu autor “…onde se divulga a escrita de quem ainda não chegou ao estrelato”.
Hoje cumpre-se o vigésimo programa, onde na voz inconfundível do Luís Gaspar ouvir-se-á, mais uma vez, textos e poemas de, na sua maioria, autores de Blogues.
A disponibilidade e o carinho que se verifica em cada programa, de temas diversificados, traduzem o encantamento com que o autor do programa dialoga com as palavras.
É esse incentivo altruísta que quero hoje deixar aqui bem expresso, no agradecimento que faço ao Luís Gaspar, por todo o trabalho e empenho tido na divulgação dos trabalhos daqueles que a maioria das vezes e, como é o meu caso, “escreviam para a gaveta”.
Mas aproveito para realçar, que o Estúdio Raposa tem outros locais verdadeiramente surpreendentes. No seu espaço da TRUCA poderemos encontrar programas e temas variadíssimos…e super curiosos… como Os Postais do Oscar por exemplo…

Três anos estão a completar-se. Os parabéns ficarão para o próprio dia porque, muito simplesmente, digo…OBRIGADA!

Um abraço da
Otília Martel

Facebooktwittermailby feather
541541